Meus queridos companheiros

Pesquise Tudo no Blog

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Programa Bahia Acolhe

O Programa Bahia Acolhe foi criado para prestar atendimento a pessoas em situação de rua, este processo exige o acolhimento desde o início (Momento da Abordagem) até o final, quando ele é considerado um cidadão reintegrado a sociedade. A volta ao convívio familiar, a aquisição de emprego para que tenha uma renda e outros benefícios como solicitação de documentos, se necessário atendimento em postos de saúde ou hospitais e encaminhamentos a centros de recuperação caso aja necessidade do mesmo querer se livrar de vícios a substâncias psicoativas.

O principal objetivo, segundo o próprio programa é promover ações integradas, voltado para a garantia de direitos de crianças e idosos está em situação de risco social e pessoal, vivendo nas ruas, com vínculos familiares fragilizados ou rompidos, fortalecendo, preservando ou estabelecendo vínculos familiares e comunitários, reconhecendo suas demandas e necessidades para promover o seu desenvolvimento social e humano em todas as suas dimensões.

O mesmo tem parceria com o Governo da Bahia, com o Projeto Ideal, Secretaria de Desenvolvimento e Combate a Pobreza e outras entidades como a Defensoria Pública da Bahia que conta com o trabalho de uma defensora própria para o atendimento aos moradores de rua.

Os trabalhos são feitos com o acompanhamento de profissionais da Assistência Social, pedagogos e uma psicóloga. Os agentes fazem o trabalho de abordagem que é o primeiro contato com o morador de rua e depois encaminhado aos serviços especificamente indicados e em seguida são levados ao Centro 24 horas, onde, outros agentes, fazem o trabalho de acolhimento.

O Centro 24 horas disponibiliza o desjejum, o almoço o jantar e a dormida. Mas se caracteriza como casa de passagem, não são como os albergues onde existem pernoites, lá após a dormida, eles saem. E podem sair em busca de alguma atividade durante o dia.

Em caso de moradores rua que estão a procura de passagens para voltar a sua terra natal as assistentes social tentam negociar com as rodoviárias o valor para que possam estar relocando estas pessoas a suas cidades de origem.

Todos estes trabalhos, já tiveram ótimos resultados, a intenção não é de apenas retirar estas pessoas das ruas, é antes disso, de ressocializar como cidadãos com os mesmos direitos e deveres que todos possuímos como seres humanos.

Não poderia deixar de colocar aqui nesta postagem, a pergunta mais ouvida pela equipe em geral.

É POR CAUSA DA COPA?

Embora pareça não, o fato é que o Bahia Acolhe não é um programa novo, ele já existe a mais de 10 anos. Parou e retornou devido o alto índice de moradores nas ruas da cidade de Salvador e regiões metropolitanas. Também em prol de evitar e amenizar os maus tratos que vinham sofrendo. O trabalho é bastante humanizado e os próprios moradores de rua expõe sua preferência no atendimento dado pela equipe.

Ainda estão sendo feitos ajustes para um melhor atendimento e para facilitar o trabalho dos agentes na questão de acessos as entidades, mas apesar destas dificuldades os serviços estão sendo feitos com excelência. ainda são poucos pela demanda, mas já possuem resultados satisfatórios e a olhos vistos. Para que isso ocorra os agentes participam de capacitação e são feitas reuniões por semana, para conhecimento e resolução de problemas enfrentados.
Bom mesmo é ver os resultados.



Visitantes Recentes

Enquanto houver Jesus no coração, haverá Sorrisos, palavras de Carinho, gestos de Amor, Solidariedade e Respeito. Assim, sempre existirá o Natal.

cópias somente com autorização do autor

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test

Categorias