Meus queridos companheiros

Pesquise Tudo no Blog

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Coisas que Deus Me Permitiu Aprender na Vida até agora...

Este texto foi escolhido especialmente para colocar no dia mais importante de minha vida, pois retrata bem o que sou hoje. Lembrando que ainda tenho esperança de aprender muito mais. 

Aprendi o meu melhor amigo, que é Deus, e eu podemos fazer qualquer coisa ou nada, e teremos ótimos momentos juntos.
Aprendi que há mais dos meus pais em mim do eu supunha.
Aprendi que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.
Aprendi que não importa quanto eu me importe, algumas pessoas simplesmente não se importam...
Aprendi que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-la de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.
Aprendi que falar pode aliviar dores emocionais.
Aprendi que leva anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la.
Aprendi que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida.
Aprendi que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
Aprendi que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam.
Aprendi que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa.
Aprendi que sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas. Pode ser a última vez que as vejamos.
Aprendi que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.
Aprendi que não importa quão delicado e frágil seja algo, sempre existem dois lados.
Aprendi que leva muito tempo para me tornar a pessoa que eu quero ser.
Aprendi que ou você controla seus atos ou eles o controlarão.
Aprendi que vencedores são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as circunstâncias.
Aprendi que paciência requer muita prática.
Aprendi que existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não muita coisa, e teremos bons momentos juntos.
Aprendi que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que lhe ajudam a levantar-se.

Aprendi que quando estou com raiva tenho o direito de estar com raiva, e isso é raro. Mas isso não me dá o direito de ser cruel.
Aprendi que só porque alguém não o ama do jeito que você quer, não significa que esse alguém não o ame com tudo que pode.
Aprendi que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que você teve e o que aprendeu com elas do que quantos aniversários você celebrou.
Aprendi que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens ou fora de cogitação. Poucas coisas são mais humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprendi que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém. Algumas vezes você tem que aprender a perdoar a si mesmo.
Aprendi que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido: o mundo não pára, para que você conserte.

"Sobretudo aprendi que se não fosse minha estrutura bíblica e familiar, eu não chegaria até aqui."

Autor desconhecido.

2 comentários:

  1. Olá minha querida.

    "Aprendi que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias."
    Cada dia acredito menos em verdadeiras amizades. Tinha uma, que do nada, só porque uma mulher entro na vida, da pessoa que considerava como um irmão, a nossa amizade era tudo, e agora está quase no nada.

    "Aprendi que não importa quanto eu me importe, algumas pessoas simplesmente não se importam..."
    Temos de nos preocupar com o nosso bem estar - o resto que cuidem eles deles.

    "Aprendi que leva anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la"
    O maior problema é quando nem em nós próprios temos confiança. Confiar verdadeiramente, confio em mim e em mais ninguém.

    "Aprendi que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida."
    Por quê arrepender se somos seres pensantes? Arrependimento é coisas dos fracos e estúpidos que não sabem o que querem da vida. Se nós agimos de uma determinada forma é porque assim o desejamos; se nos arrependemos depois, não estaremos a lutar contra a vontade dos nossos desejos mais puros?

    Aprendi que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa.
    Porque será? Existem dois motivos: será pelo facto das pessoas viverem na ilusão que nós não somos bons e que há melhores (mesmo que eu lhes dê tudo o que tenho para dar)? Ou será por incompetência nossa, por não lhe sabermos dar o devido valor?

    "Aprendi que sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas. Pode ser a última vez que as vejamos."
    Não será melhor com gestos e atitudes? Que valor tem uma palavra dita se não for acompanhada de um acto?

    "Aprendi que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos."
    Correctíssimo. E quem não assumir os seus actos é um cão cobarde.

    "Aprendi que não importa quão delicado e frágil seja algo, sempre existem dois lados."
    Existem dois lados: o nosso e o dos outros. Temos de vingar o nosso lado, pois é com ele que sentiremos o sentimento de auto-realização.

    "Aprendi que leva muito tempo para me tornar a pessoa que eu quero ser."
    Só conseguirás isso, se te conseguires desintoxicar dos dogmas e falsos moralismos desta sociedade hipócrita

    "Aprendi que quando estou com raiva tenho o direito de estar com raiva, e isso é raro. Mas isso não me dá o direito de ser cruel."
    A raiva é um sentimento puríssimo do ser humano que ele tenta em rejeitá-lo. Só serás cruel se alguém também o foi contigo.

    "Aprendi que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido: o mundo não pára, para que você conserte."
    Esta frase lembra-me uma de marilyn manson: "Vivemos numa sociedade de vitimização, onde as pessoas sentem-se bem mais à vontade sendo vitimizadas do que erguendo-se sozinhas."

    "Sobretudo aprendi que se não fosse minha estrutura bíblica e familiar, eu não chegaria até aqui."
    É por essa mesma estrutura bíblica que eu tenho "repúdio" do que eu era antes, pois ainda tenho muitos pensamentos que me foram entranhados em criança por esse livreco cheio de maus costumes.

    Beijokasssss minha querida. ;)

    ResponderExcluir
  2. Oi Joel, você aqui é só maravilha, gosto de seus comentários, me levam a pensar ainda mais.

    Fica assim não meu querido. Já sei da sua desilusão, mas o que para você representa um "livreco", para mais de meio mundo de gente é um livro cheio de ensinamentos valiosos. E que depende muito de quem o lê e de quem o interpreta. É um direito seu aceitar o que ali está ou não.
    Quanto as verdadeiras amizades tenho poucas e a estas dou muito valor.
    As pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa. Você indicou dois porquês, vou no último. "Somos incompetentes o bastante por não saber lhe dar o devido valor." Mas quando damos também elas, nos decepcionam, talvez por ter-mos dado muito crédito. Mas não devemos esperar nada dos outros e sim buscar algo de valor em nós mesmos.
    Gostei do que disse, "quem não assumir os seus atos é um cão covarde".
    Palavras gestos e atitudes, formam um conjunto só quando queremos demonstrar carinho por alguém.
    Se eu me preocupasse só com o meu bem estar não o teria, pois quem sou eu sem o outro?
    E o primeiro passo é este que citou confiar em você, primeiro.

    Apareça mais vezes com estes comentários tão bons que estarei aqui, pronta tanto para lêr quanto para refletir.

    Bjinhos de sua amiga viu, abominável Joel. rsrsrsrs!!!

    ResponderExcluir

Olá amigo(a),
comente sobre este texto, sua opinião é muito importante para nós.
Abraços apertados!

Visitantes Recentes

Enquanto houver Jesus no coração, haverá Sorrisos, palavras de Carinho, gestos de Amor, Solidariedade e Respeito. Assim, sempre existirá o Natal.

cópias somente com autorização do autor

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test

Categorias